quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Projeto de cooperação Petrobras - Instituto Pólis recebe apoio durante seminário em Santos


Diagnósticos urbanos e socioambientais nortearão programas de desenvolvimento sustentável
Representantes de prefeituras, do governo do Estado de São Paulo, de entidades da sociedade civil e dos legislativos estadual e municipais manifestaram apoio ao convênio entre a Petrobras e o Pólis – Instituto de Estudos de Formação e Assessoria em Políticas Sociais para implementar o projeto que prevê a elaboração de diagnóstico urbano e socioambiental e de programas municipais de desenvolvimento sustentável para 13 municípios do Litoral Norte e da Região Metropolita da Baixada Santista e de um programa regional para o Litoral paulista.

O seminário “Construindo um Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável para municípios do Litoral Norte e da Baixada Santista”, realizado em Santos, no Litoral paulista, no dia 13 de dezembro, para apresentação e discussão do projeto, mostrou o otimismo de autoridades e representantes da sociedade civil diante da perspectiva de participação do poder público e de vários segmentos da sociedade para legitimar a elaboração dos programas de desenvolvimento sustentável até agosto de 2013.

A iniciativa da Petrobras e do Instituto Pólis tem por objetivo contribuir para um planejamento integrado das políticas públicas, por meio de programas de desenvolvimento sustentável que contenham ações, projetos e metas de médio e longo prazos, de modo a orientar as transformações necessárias nos municípios. As propostas devem contemplar aspectos da organização social, cultural, econômica, urbana e ambiental, para garantir melhores condições de vida para a população de forma equilibrada com o meio ambiente.

“De acordo com uma avaliação detalhada que será feita, ouvindo a opinião de todos, uma proposta será elaborada para que a população cresça de maneira ordenada e leve em consideração a preservação do meio ambiente”, explicou Nelson Saule Júnior, diretor do Instituto Pólis e coordenador geral do projeto.

Marcos Vinícius de Mello, gerente setorial de Meio Ambiente da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Petrobras, iniciou o seminário apresentando aspectos gerais do Pré-sal e os avanços programados para os próximos anos, e ressaltou a preocupação da empresa com o meio ambiente. “Perspectivas de negócios estão sendo estruturadas com prazos imediatos e ao mesmo tempo o compromisso de crescer preservando os recursos naturais.”

Saule Jr. ressaltou a iniciativa de traçar um diagnóstico da região com o objetivo de contribuir para políticas de temática ambiental. “Estamos em um momento de crescimento econômico em várias regiões do País, por isso, pensar formas de expandir de maneira sustentável faz parte do propósito do Instituto Pólis.”

Representando o governo do Estado de São Paulo, a diretora técnica da Agência Metropolitana da Baixada Santista, Debora Blanco, destacou a presença de vários órgãos governamentais e entidades no evento. Ao afirmar a importância do projeto, disse que participará do processo de discussão ao longo dos trabalhos. A arquiteta chamou a atenção para as diferenças entre a região da Baixada Santista e do Litoral Norte, onde, avalia, existe um processo de governança mais amplo. E falou das diversas iniciativas e ações já existentes, coordenadas pelo governo estadual, que também buscam a elaboração de diagnósticos e políticas públicas articuladas na região e nas cidades litorâneas.

“O estudo do Instituto Pólis é fundamental para ajudar na questão da qualidade de vida da nossa região”, disse Roberto Annunciato, secretário de Planejamento de Caraguatatuba. “Hoje temos uma unidade industrial da Petrobras na nossa cidade que atraiu novos negócios e queremos sempre prevenir possíveis danos ambientais. O que foi proposto aqui vem de encontro ao nosso objetivo de crescer de maneira ordenada.”

“Estamos vivendo na Baixada Santista um momento de desenvolvimento estratégico, por isso é tão importante a postura da Petrobras de implantar mudanças de forma integrada com a população e a inclusão social. Por isso, o projeto do Instituto Pólis é bem-vindo, vem de encontro com a nossa governança participativa. Nosso objetivo é integrar as ações que já temos feito desde 2005”, disse Márcio Lara, secretario de Desenvolvimento e Assuntos Estratégicos de Santos.

O secretario de Meio Ambiente de Santos, Fábio Nunes, apoiou a iniciativa e ressaltou a importância de desenvolver atividades em que a população participe e opine durante a construção do diagnóstico. “Precisam ser pensadas formas para práticas de sustentabilidade. E ouvir a sociedade civil é a verdadeira festa da democracia participativa, e por isso o Instituto Pólis está de parabéns.”

“Somos protagonistas da nossa história. Poder presenciar as mudanças e participar delas é sinônimo de que estamos em um momento novo. E sugiro que sejam pensadas formas de inserir a qualificação profissional no processo, não apenas se pensar nisso no final, quando efetivamente os profissionais sejam solicitados. Essa é uma forma de aproveitar a população local e transformar uma questão social”, afirmou Benito Gonzalez, secretário de Desenvolvimento, Comércio e Porto de Cubatão.

Para Jorge Guaraci, assessor de gabinete da Prefeitura de Ilhabela, a região precisa desse programa para discutir os impactos gerados pelo porto de São Sebastião, uma grande preocupação do município. “É um canal para discutirmos e ajudar o desenvolvimento das instalações portuárias sem perder a preservação do meio ambiente”.

Mauricio Petiz, secretário de turismo de Ubatuba, salientou a preocupação com o turismo, principal fonte de renda da cidade. “90% do território de Ubatuba é área de preservação ambiental. Se o crescimento vem de maneira desordenada, cria-se um impacto absurdo. Queremos o desenvolvimento, mas buscamos a questão da sustentabilidade, porque ela é essencial para preservarmos nossa beleza natural e, com isso, o pólo turístico da nossa cidade. Por isso a questão portuária nos aflige muito e discuti-la é fundamental.”

Os representantes de instituições e de entidades da sociedade civil também mostraram que estão dispostos a participar das rodadas de discussão que o projeto irá realizar. “Não consigo ver esse programa sem a participação do Porto, por isso queremos ser ouvidos e estaremos presente para contribuir com políticas públicas que ajudem a todos. Contem conosco!”, disse Guanito Prado Alves Filho, gerente de Saúde e Segurança da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).

“Sempre que há discussões em prol da preservação estamos presentes para falar de reciclagem. Abrir espaço para as cooperativas apresentarem seu trabalho e contribuírem é importante porque a maioria das pessoas não sabe o que e como fazemos. Hoje movimentamos 700 toneladas de material reciclável por mês. Não podemos, muitas vezes, ajudar mais porque somos excluídos dos processos de decisão e discussão. E acreditamos que dessa vez será diferente. Ouçam nossas ideias, nos chamem para participar. Queremos contribuir com o meio ambiente”, disse Marcelo Mello, presidente da CooperBen, Cooperativa de Beneficiamento de Materiais Recicláveis e Educação Ambiental.

Célio Nóri, coordenador técnico do Fórum da Cidadania de Santos, acredita que o diagnóstico precisa levar em conta estudos que já existem na região. “Temos clareza que em todos os municípios do litoral norte e sul são realizados projetos socioambientais. Há uma dinâmica, uma preocupação conjunta na região. Por isso, muitas ações devem ser potencializadas e incorporadas.”

Compareceram:
Secretaria Municipal de Cultura de Santos
Vitae Domini – Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social Petrobras
Associação de Cortiços de Santos
Secretaria de Juventude do Estado de São Paulo
AGEM – Agência Metropolitana da Baixada Santista
Associação Brasileira de Combate à Degradação
Secretaria de Planejamento de SantosSecretaria de Meio Ambiente de Santos
Codesp – Controle de Segurança dos Portos
Secretaria de Turismo de Santos
Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos de Santos
Banco do Brasil – Coordenação de Microcrédito Produtivo
Colégio Jean Piaget
Prefeitura de Santos
Comissão de Habitação da Câmara Municipal de Santos
Unifesp – Universidade Federal de São Paulo. Campus Baixada Santista
Centro de Experimentação em desenvolvimento Sustentável – CEDS
Mandato do Vereador Reinaldo Martins
Secretaria de Desenvolvimento e Assuntos Estratégicos de Santos
Unisantos – Universidade de Santos
Fórum da Cidadania
Conselho Regional de Economia
Secretaria do Patrimônio da União
CONDEPASA- SASP
COHAB Santista
Prefeitura de Praia Grande
Associação Movimento Pró-Moradia
Secretaria de Obras Públicas de Praia Grande
Secretaria de Planejamento, Econômia e Gestão de Caraguatatuba
Secretária de habitação de Caraguatatuba
Prefeitura de Itanhaém
Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Itanhaém
Diretoria de assuntos Aeroportuários de Itanhaém
Presidência da Câmara Municipal de Peruíbe
Colônia Pesca 2.5
Associação de Produtores Rurais de Peruíbe
Secretário de Turismo de Ubatuba
Secretaria de Habitação de Bertioga
Prefeitura de Bertioga
Boracéia Viva
Secretaria de Turismo de Bertioga
Prefeitura de São Vicente
Secretaria de Ciência e Tecnologia de São Vicente
Secretaria de Planejamento de São Vicente
Secretaria de Indústria, Comércio, Porto e Desenvolvimento de Cubatão
Diretoria de Orçamento Participativo e Relação com a Comunidade de Cubatão
Prefeitura de Cubatão
Câmara Municipal de Cubatão
GAIA – Consultoria e Gestão Ambiental
Casa da Cultura Digital
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) - Superintendência São Paulo
Parque Ecológico Imigrantes de São Bernardo do Campo
Secretaria de Energia do Estado de São Paulo – subsecretaria de Petróleo, Gás e Mineração
IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas
FUNDAP – Fundação do Desenvolvimento AdministrativoSecretaria de Agricultura do Estado de São Paulo - CATI – Coordenadoria de Assistência Técnica Integrada
Movimento Nacional dos Catadores de Recicláveis
CooperBen - Cooperativa de Beneficiamento de Materiais Reciclaveis e Educação Ambiental

A mais nova cooperada:


Uma esteira de 12 metros, eletromecânica, cedida pelo projeto Energia Comunitária para alavancar a produtividade pela entrada de material reciclável do projeto RECICLA ELEKTRO. Para que haja efetivação do desconto, a Elektro aceitou negociar em 60 dias o pagamento para que os recicláveis fossem recebidos, triados, beneficiados, vendidos e; como a indústria que recicla paga em média após 15 dias úteis, está chegando a hora de repassar os quase R$ 6.000,00 que foi alcançado em descontos para os clientes.
Assim, o ciclo fecha: a empresa investe em eficiência energética (só a título de esclarecimento, a reciclagem economiza em média 70% em energia elétrica em comparação com a transformação inicial da matéria prima virgem, no caso do alumínio, mais de 90% de economia de energia);
A Cooperben consegue finalmente iniciar o processo de melhoria nas condições de trabalho (mas ainda faltam três sonhos: uma empilhadeira, a inauguração do galpão do Jardim Brasil - que está quase lá...- e um repasse mínimo de 1000,00 reais aos cooperados - quem sabe até a metade do ano já cheguemos lá?)
As pessoas com o mínimo de atuação ambiental, que sabem o mal que causa o descarte do lixo do modo tradicional às reservas de água, ao aumento do gás efeito estufa causado pelas mais de 1.000 toneladas diárias de gás metano que escapam dos lixões e aterros sanitários e pior, a retirada evitável de madeira, bauxita, minério de ferro, etc além da grande economia de água que a reciclagem proporcionam, ainda vão ter um desconto real na energia elétrica por fazer a sua parte.
Só falta você, que ainda não começou, fazer sua parte também. A CooperBen e mais de 2000 clientes Elektro (e agora também clientes CooperBen) já estão fazendo a sua.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Entrevista na rádio Bandeirantes 90.9




Hoje, às 14hs, a CooperBen representada pelo presidente Marcelo Mello e o Consultor de Assuntos institucionais da Elektro Márcio estiveram no estúdio avançado da Rádio Bandeirantes no Programa Férias de Verão 2012 no Casagrande Boulevard Mall, para expor os dados de dois meses de projeto: 1885 famílias cadastradas, 25.823,73 quilos de material reciclável recolhido e 1.172,82 litros de óleo vegetal, que representaram uma economia de R$ 5.274,13 aos clientes Elektro que se envolveram nesta ideia para ajudar a diminuir o impacto dos resíduos no ambiente. Além disso, sempre há alguma informação útil que o cliente, ao destinar seu material, acaba aprendendo.
Guarujá está de parabéns. Ainda faremos mais. Faltam 7 pontos fixos, que aguardam autorização da prefeitura para operarem. Para alguns, é simbólico, para outros, faz diferença no orçamento. O que importa é que todos ganham.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

I Encontro de Catadores Regional da Baixada Santista


Com primor, a ONG Rafavi/Terra1 organizou o evento que contou com várias palestras e apresentações, e contou com a presença do Movimento Nacional dos Catadores, com todas as cooperativas que fazem parte do Movimento Litorâneo, e com visitantes das empresas Elektro, Pense Eco, Banco do Brasil e do Instituto Pólis.
O evento foi realizado na Câmara de Vereadores de São Vicente, a primeira Câmara das Américas, com a presença de personalidades como Prof. Fabião, e o querido Paju que incluiram formalmente a cooperativa de Santos no movimento, para o contentamento de todos.
As palestras do Representante do Banco do Brasil no Desenvolvimento Regional Sustentável, Prof. Carlos Miorim, seguida dasProf. Maurício Waldman com todo o contexto antropológico e cultural do lixo e de como este assunto é tratado pela sociedade, que foi bem exposto pelo assessor da comissão de resíduos do Governo Federal sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos foram muito importantes.
Para finalizar, uma experiência encantadora realizada pelo grupo Unoeverso encerrou as atividades. Com a palavra do representante do Comitê do Estado de São Paulo, o Sr. Cula deu por encerrado o evento.
Ano

CooperBen na Caravana da Cidadania, da Petrobrás

Também no CEPEMA, dia 13 de dezembro, fizemos um curso de Elaboração de projetos com a Petrobrás, chamado "Caravana da Cidadania", onde a responsável institucional de projetos sociais Elizângela foi nossa anfitriã, esclarecendo muitas dúvidas e incentivando as organizações a apresentar suas propostas.

III Encontro de Projetos Sociais da Baixada Santista


No CEPEMA - Centro de Pesquisa e Estudos do Meio Ambiente da USP sediou o III Encontro de Projetos Sociais organizado pela Petrobrás. Agradecemos o convite da ONG Terra1, de Itanhaém. Foi extremamente proveitoso.

Seminário Instituto Pólis e Petrobrás


Dia 15, fomos representantes do Movimento Litorâneo no Seminário Construindo um Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável para o Litoral Norte, Baixada Santista e Litoral Sul do Estado de São Paulo, que aconteceu no Salão Nobre do Mendes Plaza Hotel de Santos. Marcelo Mello acentuou que neste processo, envolver as cooperativas do litoral é de extrema importância, e na ocasião, convidou o Instituto Pólis a enviar um representante ao 1º Encontro do Movimento Litorâneo de São Paulo.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Aniversário de projeto Recicla Elektro!


Hoje ompletamos um mês de execução do projeto Recicla Elektro.
Temos, até o momento, 1.115 pessoas cadastradas, sendo que 35% delas participaram de alguma forma com a destinação correta, totalizando 7956,33 quilos de material e R$ 1.431,42 em valores que serão repassados para os clientes da Elektro, através do nosso reembolso.
Gostaria de agradecer a todos que de alguma forma participaram da divulgação e envolvimento deste projeto através do boca-a-boca, ou incentivando-nos, ou visitando o blog.
A meta é chegar a este volume por dia. Então, quem puder avisar aos moradores do Guarujá para se cadastrarem e levarem seus recicláveis seria uma excelente forma de presentear o futuro do planeta, nesta época tão consumista.
Mais uma vez, obrigada por tudo!

Seminário de Economia Solidária Banco do Brasil


Em Brasília, 2005, já marcávamos presença nas discussões de uma nova proposta de relações de trabalho, onde pessoas que buscam resultados através do trabalho, também possam desfrutar da possibilidade de melhores resultados financeiros. Deste princípio parte o maior ideal da CooperBen, aliar alcance social, partilha de trabalho e renda, num setor que até então era visto apenas como resgatador, agora precisa adequar-se a resgatar a possibilidade de vida através da mudança de hábitos, valores, cultura.
Não depende só de nós. Junte-se a este ideal.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Pontos Móveis do Recicla Elektro




Agora os pontos móveis estão em 6 pontos diferentes no Guarujá. Sempre nos mesmos dias da semana, ele estará instalado na seguinte ordem:
Segunda-feira: Perequê
Terça-feira: Morrinhos
Quarta-feira: Santa Rosa
Quinta-feira: Santo Antônio
Sexta-feira: Guaiuba
Sábado: Vila Baiana
No Perequê, ao lado da Regional do Perequê.
No Morrinhos, na Praça Mário Covas.
No Santa Rosa, ao lado da Quadra Padre Donizete.
No Santo Antônio, na praça ao lado da Escola Tancredo Neves.
No Guaiuba, na Associação de Moradores.
Na Vila Baiana, próximo ao Lar Elisabeth.

Professores dando aula de conscientização ambiental



A professora de Inglês Elyette das escolas Lúcia Flora, em VC e do Dirce Valério Gracia, na Enseada, desde a primeira semana de implantação do projeto foi se informar, se cadastrar e levar material. O mais interessante é o modo como ela armazena os materiais numa organização exemplar: ocupando o menor espaço possível e tudo muito limpo! Por isso os professores são uma classe profissional de se tirar o chapéu.

TV Tribuna na CooperBen

Hoje foram gravar a reportagem. Vamos ver se vai ao ar à noite. Agora, na primeira edição, não foi.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Projeto Recicla Cidadão


Quem já viu esta mensagem em algumas casas de Vicente de Carvalho e Guarujá fique sabendo que bem antes do Recicla Elektro, já havia 450 residências colaborando gratuitamente ao separar e armazenar em suas casas para a destinação correta.
Aqui vai a parabenização a estes cidadãos do projeto RECICLA CIDADÃo: Eu faço parte!!!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Papai Noel também recicla!


No Diário Oficial da município de Guarujá do dia 02 de dezembro, uma matéria sobre o Projeto Recicla Elektro, Sr. Eugênio Escobar, cooperado fundador da Cooperben, papai Noel em alguns eventos na cidade nesta época, ficou todo orgulhoso em opinar sobre as vantagens de um projeto como este.

Exemplo de Cidadania em Guarujá



D. Aurora, do bairro Sta Rosa, foi até o posto de Vila Zilda para entregar seu material. Habituada a fazer a separação dos recicláveis há mais de cinco anos, foi um exemplo de armazenamento: tudo separado, higienizado e numa só viagem mais de 5 kilos de material. Ela é o exemplo do que uma cidadã precisa fazer para estabelecer uma coleta seletiva viável nas cidades. Parabéns, D. Aurora.
Outro grande exemplo foi do casal Jorge e Kátia da Cachoeira (como ela é conhecida). Os dois foram com os filhos fazer a entrega dos materiais recicláveis que eles não utilizam numa outra atividade do Sr. Jorge: ele reutiliza garrafas pet e papelão para produzir mobília com estes materiais!
Há cinco anos nesta atividade, foi uma alegria conhecê-lo. Para saber mais sobre este cidadão exemplar, clique em http://recicart.blogspot.com.br. Kátia, como agente de saúde, deu uma sugestão importante, pois sabe a importância da população colaborar com o descarte correto destas embalagens. Fez um pedido para que levássemos folhetos do projeto na sua unidade de trabalho, a Policlínica da Vila Edna, para incentivar as pessoas de baixa renda a não descartarem de modo errado suas embalagens, e ainda ter um auxílio para retribuir as atividades recém-desenvolvidas pela Elektro: a regularização da fiação das casas e a troca de chuveiros e geladeiras no projeto Energia comunitária.
É isso: a comunidade, o terceiro setor (nós da cooperativa), a iniciativa privada (Concessionária de Energia Elektro) e o poder público trabalhando em soluções para tornar as cidades mais sustentáveis.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Santos FC convida CooperBen




Para avaliar o projeto de destinação correta dos recicláveis na Vila Belmiro, fomos convidados de honra no jogo SantosxBahia. Levamos uma lembrancinha para o Presidente e sua assessora.
Uma parceira produtora de eventos que providenciou, de umas artesãs de Rio do Sul, SC:
Bolachinhas com confeitos em todas as formas homenageando o Santos, desde o símbolo até uma chuteira colorida...
Fomos tratados como VIPs, do mesmo modo que o Santos vai tratar o Meio Ambiente.
Aguardem novidades.

sábado, 26 de novembro de 2011

Instalação da Frente Parlamentar pela Implantação de uma Política Estadual de Coleta Seletiva




O líder do Governo Federal Cândido Vaccareza, o Secretário de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente Dr. Nabil Bonduki, o responsável pela instalação da Frente Parlamentar pela Implantação de uma política Estadual de Coleta Seletiva Deputado Estadual João Antônio convidaram o presidente do Movimento Nacional dos Catadores, Roberto Loureiro e o Dr. Sidney Aranha, do Guarujá, para oficialmente abrir a discussão envolvendo o Legislativo Estadual na PNRS.
A Baixada Santista estava representada pela CooperBen e pelo Movimento Litorâneo, na pessoa de Marcelo Silva de Mello.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Convite da Associação Comercial de São Paulo ACS


Em 2010, enquanto trabalhávamos na produção do beneficiamento de recicláveis e planejávamos dois projetos, um já conhecido - o Recicla Elektro - e outro que será divulgado mais adiante, também participávamos de eventos para divulgar a importância desta ação. Um destes convites foi da Associação Comercial de São Paulo, em frente à sede, no Centro da Grande São Paulo.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Política Nacional de Resíduos Sólidos PNRS Lei 12.305 de 02/08/2010

Como foi citada a PNRS em entrevista à TV Guarujá, estou recebendo muitos contatos para saber mais sobre ela. Vai então, uma nota sobre o assunto:

Na última terça-feira (2/8), completou um ano da aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Essa lei regulamenta:

#a não geração, a redução, reutilização e tratamento de resíduos sólidos;
# a destinação final ambientalmente adequada dos rejeitos;
# a diminuição do uso dos recursos naturais ;
# a intensificação de ações de educação ambiental; o aumento da reciclagem no país;
# a promoção da inclusão social e a geração de emprego e renda para pessoas em situação de risco e catadores de materiais recicláveis.

Um dos pontos fundamentais dessa lei é a chamada logística reversa, conhecida por um conjunto de ações para facilitar o retorno dos resíduos aos seus geradores para que sejam tratados ou reaproveitados em novos produtos.

A PNRS também estabelece princípios para a elaboração dos planos nacional, estadual, regional e municipal.

“De acordo com as novas orientações, os municípios e a sociedade civil têm um prazo até outubro de 2012 para que apresentem seus planos municipais de gestão integrada de resíduos sólidos ao Ministério das Cidades, segundo a Lei 12.305.

Além disso, o País precisa reverter o quadro de quase mil lixões em aterros sanitários em diferentes regiões do País, em período inferior a quatro anos”, alerta Carlos Renato Garcez do Nascimento, presidente do Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (IBDS).

Balanço Geral

Está agora no ar. Valeu Record!

http://www.recordsantos.com.br/videos-play.asp?video=1122_EBG_LIXO_ENERGIA.FLV&programa=BALANÇO GERAL&data=22/11/2011&titulo=Reciclagem gera renda e ajuda natureza

Educação e Meio Ambiente: quando os dois se cruzam




Depoimento: O projeto Recicla Elektro é a concretização de um sonho, que virou idéia fixa, que virou projeto, que virou aposta de profissionais da Elektro, que virou realidade. Mas a história é conhecida por muitos que esperaram isso acontecer.

Após o lançamento do projeto, muitos ex-alunos (da escola que sou professora há 10 anos, E.E.Marechal do Ar Eduardo Gomes) se manifestaram em reconhecimento e apoio a esta realização. Faço questão de postar no Blog oficial da CooperBen um diálogo meu com um ex-aluno pelo Facebook, que entrou em contato para parabenizar-nos.

Este é o registro de que não tivemos receio em declarar nossas intenções, mesmo quando ninguém acreditava que isso fosse possível de acontecer.

Aqui está o trecho:

"Conversa entre eu e meu ex-aluno Robson Dias Nogueira:
(sobre o projeto Recicla Elektro)

Robson Dias Nogueira: É isso ae professora tá certo tem q acreditar no sonho pq se agente não acredita no nosso próprio sonho é melhor nem viver
Lembro q a senhora falou isso pra gente
Q o ser humano q não não tem sonhos,projetos e objetivos na vida tá nesse mundo aki a toa

Eu:Agradeço as palavras de apoio. Vou aparecer numa entrevista na TV Guaru, no programa Assunto Cidade. Lá contei muitas coisas, um pouco da nossa história, etc. Vai aparecer às 20hs45 e às 12hs45. Veja lá, se puder.

Robson Dias Nogueira:Eu gostei dessa frase q a senhora falou e é uma verdade
Aki no Perequê não pega mas vai passar no Youtube ?ae eu vejo

Eu: Eu acredito nisso sim. Na verdade, tento passar aos alunos um pouco de conhecimento e um pouco de ensinamento de vida. Acho que faz parte da profissão de um educador.

Robson Dias Nogueira: A senhora falou a frase e vive ela isso q é legal sabia????

Eu:Que é isso, assim você me deixa encabulada...

Robson Dias Nogueira: Tá vendo eu relembrei algo q vc me ensinou???

Eu: Isso me deixa cheia de orgulho, saber que fiz diferença, mesmo que singela, na vida de meus alunos.

Robson Dias Nogueira: Professora a senhora ensinou pra um monte de gente nakela sala,qm prestou atenção como eu pegou esse rico ensinamento tão simples mas essencial,qm não aproveitou não vai aproveitar +

(pedi autorização para ele, foi concedida, para que eu postasse nosso chat. É importante para um professor saber que sua atuação não é em vão, às vezes é difícil, mas estes momentos é que fazem valer a pena)

Realizar o que se acredita, depois de falar sobre o que se acredita é o que mais educa. Por isso o projeto Recicla Elektro: para as pessoas realizarem a separação e o envio de resíduos para reciclagem. Chega de falar. É preciso realizar.
Obrigada, Robson por me lembrar que nossa história não foi em vão.

Rosana Santos de Mello
Coordenadora de Projetos Pedagógicos Ambientais
CooperBen

Reportagem na TV Record

Reportagem da TV Record na CooperBen, matéria gravada ontem, dia 21 de novembro, irá ao ar no jornal da tarde e às 8hs. Vamos aguardar para ver se sai a matéria.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Participação CooperBen nas Construção de Políticas Públicas voltadas para a reciclagem

Na 2ª Conferência Nacional das Cidades, em Brasília, 2007, fazendo parte do grupo que pensava criar condições às cooperativas, por percepção da falta de apoio regionalmente.

sábado, 19 de novembro de 2011

Regulamentada a Profissão de catador

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta quinta-feira (17) o Projeto de Lei 6822/10, do Senado, que regulamenta a profissão de catador de materiais recicláveis e de reciclador de papel.


A CCJ aprovou parecer do relator, deputado Marçal Filho (PMDB-MS) favorável à constitucionalidade e juridicidade do projeto. Como a proposta tramita em caráter conclusivo e já havia sido aprovada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Finanças e Tributação, o texto segue agora para sanção presidencial.


O projeto define o catador como o profissional autônomo ou associado de cooperativa que cata, seleciona e transporta material reciclável nas vias públicas e nos estabelecimentos públicos ou privados para venda ou uso próprio.


Já o reciclador é aquele que recicla papel para venda ou uso próprio. Ele pode atuar de forma autônoma ou integrar-se a cooperativa e trabalhar em casa ou em outro local adequado à atividade.


De acordo com a proposta, para atuar como catador ou reciclador, o profissional deverá registrar-se na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de sua cidade. Esse registro será feito por meio da apresentação do documento de identidade, do título de eleitor com os comprovantes de votação e do certificado de reservista militar.


Marçal Filho lembra que compete à União legislar sobre eventuais condições a serem exigidas para o exercício da profissão.( Tiago Miranda)


Íntegra da proposta:
PL-6822/2010

http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/TRABALHO-E-PREVIDENCIA/205509-CAMARA-APROVA-REGULAMENTACAO-DE-CATADOR-E-RECICLADOR-DE-PAPEL.html


Fonte: Câmara dos deputados,17/11


Um passo legal foi dado... mas ainda precisamos de muitos outros para melhorar a situação dos catadores de materiais recicláveis

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Cooperados em ação

Triagem de 25 tipos de materiais. Só de plástico são 17!

Agora a bola é do Santos



A bola da vez, quem acertou foi o Santos. Fomos convidados a implementar o Gerenciamento Padrão CooperBen nos Recicláveis do Santos Futebol Clube, que já é considerado o melhor dos estádios brasileiros.
Será estudada uma forma de vincular o torcedor com atuação ambiental responsável, e ainda ajudar a elevar o rendimento dos cooperados, contribuindo assim como Clube de Responsabilidade Social.
Nossa cooperativa tem muitos torcedores de outros times, mas temos que reconhecer que o Santos está sendo um exemplo para muitos.
A título de informação, estas fotos foram tiradas na sala da Presidência do Clube, que já foi um presente ao torcedor apaixonado do Santos, o presidente da CooperBen, Marcelo Mello.

Estação de Tratamento de Esgoto do Sofitel Jequitimar



Após a visita com a Gerência de Segurança do Hotel Sofitel Jequitimar, tivemos a grata surpresa de visitar um sistema de tratamento de 100% da água utilizada no Hotel. Exemplo de preocupação ambiental, pois após toda esta instalação, agora haverá gerenciamento do resíduo reciclável.
Acompanhado do Técnico Ambiental Paulo Vanso, fomos informados do processo, desde a descontaminação química, a decantação até o resultado final, que passa por um aquário com peixes ornamentais, provando a alta qualidade da água.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Reunião do Desenvolvimento Regional Sustentável



Hoje, iniciada às 10hs, houve uma reunião do Movimento Litorâneo com o Banco do Brasil, para apresentação do DRS (Desenvolvimento Regional Sustentável).
Convidados ilustres, como Luiz do Sofitel Jequitimar e Daniel Angeli da WICCE, representando a Tetrapak, estiveram para prestigiar o evento.
Do Movimento Litorâneo, estiveram presentes cooperativas de Mongaguá, Itanhaém e Guarujá, e representando o 3º setor, a ONG Rafavi/Terra 1. Representantes das prefeituras de Itanhaém e Guarujá.
Além destes, Elektro e OAB manifestaram seu apoio, estando presentes no próximo evento, dia 1º de dezembro às 10hs, na Coopercial em Mongaguá.
Interessados podem enviar dúvidas para cooperben.rosanasantos@gmail.com
PNRS, aqui estamos nós fazendo nossa lição de casa!

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Visualizações do Blog

Em 35 dias, tivemos mais de 800 visitas, destas 656 do Brasil, 80 dos Estados Unidos, 47 da Alemanha, 26 da Rússia, 4 do Reino Unido, 2 da Índia, e uma do Canadá, da Itália e da Nova Zelândia. Isso porque nosso blog consta nos sites de busca como reciclagem, cooperativa, educação ambiental, e possui a ferramenta de tradução para várias línguas.
Isto mostra a importância que o mundo está demonstrando a estes temas.
A título de informação aos visitantes, comentários também são passíveis de tradução. Por isso, suas opiniões são bem-vindas para mostrar ao mundo nossa atuação no Guarujá, São Paulo, Brasil.
Obrigada a todos vocês.

Um pedido atendido


video

Esta mãe pediu uma providência quanto ao destino do lixo reciclável em 2007, na mostra da Escola Paulo Freire.

A CooperBen atendeu a seu pedido, mãe, o segundo posto de troca é justamente em frente à antiga Escola Paulo Freire. Agradeço aos professores desta unidade na época, que foram dedicados a ponto de modificar a atitude não só dos alunos, mas de toda comunidade.

Parabéns,

Sua antiga coordenadora do projeto Ecoviver, Rosana Santos de Mello

domingo, 13 de novembro de 2011

Inauguração do 2º Posto de Troca



Domingo, 13 de novembro foi a inauguração do 2º Posto de Troca. Fica no Trevo da Vila Zilda.Estava uma manhã chuvosa, mas houve a participação da comunidade, que compareceu já para se pré-cadastrar, trazendo até seus recicláveis. Atenção aos materiais que não são aceitos. Também é importante entregar estes materiais em condições para reciclagem: sem resíduos, limpos e secos. Trazendo separado, o valor será maior. O cadastro vai começar a ser operacionalizado dia 16, quarta feira.

Cooperados começam a ver benefícios da parceria no Projeto Recicla Elektro

A repercussão do Projeto já começou a fazer diferença para dois dos nossos 38 cooperados: tivemos um acréscimo no valor de venda de um dos materiais, e foi possível financiar a compra de duas bicicletas para a locomoção deles. Esperamos que a adesão da população ao projeto proporcione mais momentos como este, pois faltam 36 bicicletas.

sábado, 12 de novembro de 2011

Posto de Troca Cadastro e Troca de Recicláveis Elektro CooperBen



Na Rua Santo Antônio, 136, quase esquina da Avenida da Saudade, em frente ao Cemitério da Vila Júlia fica o Posto de Cadastramento para fazer seu Cartão Recicla Elektro.
Leve uma conta da Elektro para se cadastrar. O cartão é simples, feito na hora.
Se quiser, já pode levar seu material separado assim:
Papel (pode colocar dentro de uma caixa de papelão todos os papéis para reciclagem: cadernos usados, jornais, revistas, folhas de sulfite (de preferência, aquelas que já foram utilizadas dos dois lados, para poupar ainda mais o Meio Ambiente).
Separe os vidros (só não são aceitos vidros planos: espelhos, de carro, de janelas, de geladeira, ou duralex, pois infelizmente não são recicláveis).
Plásticos: pet precisa ser amassada, pois numa sacolinha de mercado, cabem 10 amassadas, o que dá quase meio quilo. Os outros plásticos: todos servem. Desde embalagem de produto de limpeza até tampinha de refrigerante. O mais indicado é levar em sacolas plásticas, pois ela é reciclável.
Caixa de leite: Aceitamos, sim, somos a única cooperativa que aceita Tetrapak. A limpeza e a desmontagem das caixas facilita tanto a organização em casa, como no transporte, pois uma só viagem ao posto de troca, o peso será maior, representando mais economia: tanto de tempo, quanto de combustível, como na conta. Junte-as e leve-as dentro de caixas de papelão.
Latinhas de alumínio: São 75 para um quilo. Sugestão: use um amassador de latinhas, e não jogue bitucas de cigarro dentro: o cheiro é muito ruim (sem comentar na contaminação). É importante, para armazenar estas embalagens, que faça um enxágue rápido para eliminar o açúcar dos refrigerantes e o resíduo de cerveja, por causa do mal cheiro.
Esta foi uma postagem informativa. Local, cadastro, e aulinha de educação ambiental urbana: como enviar seu reciclável para os pontos de troca.
Qualquer dúvida, escreva-nos: cooperben@ig.com.br

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

2012 - Ano Internacional do Cooperativismo

A ONU declarou o ano de 2012 como o ano internacional do cooperativismo dado seu poder de transformação das comunidades onde estão inseridas. Fonte:Sandra CamposEditora Chefe - Portal e Revista EasyCOOPDirigente Sindical - FETRACESP - Federação Sindical dos Trabalhadores Cooperados no Estado de São Paulo Telefone: 11-3256-6009 ou 11-5093-5400.

Comentário da CooperBen: Por isso é preciso entender a importância do fortalecimento de cooperativas, pois o trabalho social, principalmente daquelas que agregam até pessoas em situação de vulnerabilidade podem mudar sua vida. Nosso trabalho é social, a partir do momento que há partilha das receitas advindas do trabalho.Agradecemos profundamente este reconhecimento da ONU. Quem sabe tenhamos mais valor para a sociedade reconhecer a importância deste segmento, que pode tornar o mundo mais justo.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Operação Verão Guarujá

Aqui está a viatura de Coleta Móvel. Veio passar a noite em casa, porque a partir de 12 de novembro ela vai trabalhar muito...








Marcelo orgulhoso!

Rosana realizada!
Elektro presente na foto de lançamento do projeto. Obrigada a estes maravilhosos parceiros.


CooperBen presente na Operação Verão - Lançamento do Projeto Recicla Elektro

Cooperados bem servidos
Todos foram prestigiar o lançamento


D. Ana aproveitando o coquetel